Notícias

Tricolor vence o Toledo por 3 a 0, mas não consegue permanecer na elite do Paranaense

01/04/2019 09:21

Além da vitória o time dependia de uma derrota do Rio Branco para o Cianorte na última rodada da Taça Dirceu Kruger para se manter na primeira divisão

 

O Maringá Futebol Clube entrou em campo na tarde deste domingo (31) com uma difícil missão: vencer o Toledo, torcer para o Rio Branco não pontuar e ainda tirar a diferença de quatro gols de saldo do time de Paranaguá. A vitória aconteceu pelo placar de 3 a 0, no entanto o Rio Branco venceu o Cianorte por 1 a 0 e eliminou as chances de permanência na elite do Paranaense.

O jogo começou como o time esperava, em cima do adversário e com gols no começo da partida. Dandan abriu o placar aos seis minutos de jogo. Aos 12, Neílson aumentou e aos 26 da primeira etapa o meia Geovane fechou o placar. O time ainda teve outras oportunidades para aumentar o marcador, mas parou no goleiro do Toledo ou na falta de pontaria.

Para o time permanecer na primeira divisão, além do placar feito em casa, o Tricolor precisava que o Cianorte vencesse o Rio Branco, mas no início do segundo tempo foi o time da estradinha que marcou com Bruno Andrade.

Após a partida, o diretor de futebol Paulo Regini disse que a má campanha serve como aprendizado e que a diretoria irá avaliar os erros para que não se repitam em outras ocasiões. “Sabemos que erramos, se não isso não teria acontecido, mas agora temos que ter calma e consciência para avaliarmos os erros e acertos para que sirvam de lições. Ninguém queria a queda, nós investimos no time, precisamos de mais apoio também porque futebol é muito caro. Vamos seguir trabalhando forte para fazermos uma boa campanha na D e ano que vem recolocar o time na primeira novamente”, disse Regini.

Para o técnico Sandro Forner, o time evoluiu, mas as poucas partidas que restavam desde quando assumiu o comando da equipe dificultou o objetivo. “Infelizmente cheguei em uma situação difícil, restando apenas três jogos, sem muito tempo de trabalho e demos o melhor para tentar sair dessa situação. Tivemos apenas essa semana cheia para trabalhar e sem dúvida a equipe evoluiu, tanto que conseguiu fazer os três gols que precisávamos, mas dependíamos de outro resultado, o que não aconteceu. Agora a diretoria vai saber avaliar para seguir em frente”, explicou Forner na coletiva de imprensa após a partida.

A sequência do treinador no comando da equipe na Série D, que inicia no próximo mês, vai depender de um novo acerto, já que o contrato inicial foi apenas para o Campeonato Paranaense. “Agora vamos sentar e conversar novamente essa semana para a sequência da temporada, o acerto inicial era apenas para o paranaense”, finalizou o treinador.

Os atletas se reapresentam na tarde desta terça-feira (2), no Centro de Treinamento do Clube.

Por assessoria de imprensa.

 

Voltar