Notícias

Maringá FC joga bem, mas não consegue furar a defesa do Operário

10/04/2017 09:21

Jogo realizado no estádio Willie Davids pela sétima rodada da divisão de acesso do Paranaense não sai do 0 a 0         

 

O Maringá Futebol Clube entrou em campo na tarde de ontem, 9, disposto a tirar a invencibilidade do Operário na divisão de acesso do Campeonato Paranaense. O jogo ocorreu no Estádio Willie Davids em Maringá e foi válido pela sétima rodada da competição. Apesar do domínio do tricolor maringaense durante toda a partida, o placar não saiu do 0 a 0.

O Maringá FC fez um primeiro tempo muito superior, tendo pelo menos quatro chances claras de abrir o placar, mas não soube aproveitar as oportunidades. Já o Operário não realizou nenhuma finalização ao gol do goleiro Dheimison. Na segunda etapa o ritmo do jogo diminuiu, mas mesmo assim as melhores chances continuaram sendo do tricolor maringaense.

Segundo técnico Fernando Marchiori, o time da cidade canção realizou um bom jogo, neutralizou o adversário, mas não soube aproveitar as boas oportunidades para vencer a partida. “A equipe fez um bom jogo, conseguimos neutralizar um excelente time que é o Operário, não é por acaso que eles são líderes da competição. Claro que fica aquele sentimento de que poderíamos ter saído com a vitória, até pelas boas oportunidades que criamos. Falta um pouco mais de tranquilidade na hora da finalização e precisamos corrigir isso, até por que na fase final a tendência é que os jogos se tornem mais difíceis e as chances de gols diminuam. Se tivermos uma oportunidade no jogo todo, temos que aproveitá-la”, concluiu o treinador.

As más notícias para o Maringá foram as contusões do lateral Danilo Mohamed e do atacante Lélo. O primeiro sofreu uma lesão muscular, que será avaliada nesta segunda-feira, 10, para saber a gravidade. Já o atacante preocupa mais, já que o problema foi no joelho. O atleta passará por um exame de ressonância Magnética no ND Núcleo de Diagnósticos para saber se houve algum problema ligamentar.

Marco Aurélio foi expulso após reclamar uma não marcação de pênalti em cima dele - Foto: Rodrigo Araújo

Além dos atletas contundidos, o treinador tricolor também terá mais um desfalque para a próxima partida, já que o atacante Marco Aurélio foi expulso nos minutos finais do jogo após reclamar de uma não marcação de um pênalti. “Não estamos conseguindo repetir a equipe desde a primeira rodada. A partida de hoje foi a primeira que conseguimos repetir em relação ao jogo anterior e agora, mais uma vez, teremos que mexer. Com certeza isso atrapalha muito, porque não conseguimos dar uma sequência para os atletas. Mas essas coisas fazem parte do futebol, temos um bom elenco e com certeza os atletas que entrarem também se doarão ao máximo”, lamentou Marchiori.

Com o resultado, o tricolor continua na terceira colocação, com 14 pontos e o Operário segue líder com 19 pontos ganhos. Em segundo lugar está o Paranavaí com 17. A próxima partida do Maringá será nesta quarta-feira, 12, às 20h00 no Estádio Willie Davids diante do CE União de Francisco Beltrão.

Ficha técnica

Maringá FC: Dheimison, Danilo Mohamed (Rhuan), Anderson Santos, Egon, Prego, William Leandro, Léo Maringá, Paulo Morais, Maikinho (Rodrigo Jesus), Marco Aurélio e Lélo (Lucas Vieira).

Técnico: Fernando Marchiori

Operário: Simão, Danilo Baia, Diego Macedo (Alisson), Sosa, Peixoto, Chicão (William Daltro), Serginho Paulista, Cristian, Jean Carlo, Dione e Vandinho (Lucas Batatinha).

Técnico: Gerson Gusmão

 

Cartões: Egon, Rhuan e Lucas Vieira (Amarelo) Marco Aurélio (Vermelho) – Maringá / Diego Macedo, Danilo Baia, Jean Carlo e Simão (Amarelo) – Operário

Arbitragem: Anderson Iraci Guimarães

Assistentes: Leandro Luiz Zeni e Welvys Fladerson Gomes Afonso

 

Público: 1415 pagantes – 98 não pagantes – Total: 1513.

Renda: R$ 25.930

 

Por Assessoria de imprensa

Voltar