Notícias

Com adversário definido Maringá foca nos treinamentos para a final do Paranaense

07/07/2017 18:40

Divisão de acesso ainda não teve datas definidas pela Federação Paranaense de Futebol

 

O adversário do Maringá Futebol Clube na final do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão será o União Beltrão, de Francisco Beltrão. A definição ocorreu na noite de ontem, 6, no Estádio Anilado na cidade do sudoeste do Estado após vitória do time da casa por 1 a 0 sobre o Iraty. Com a vitória a equipe garantiu também o acesso à elite do futebol paranaense de 2018.

Apesar da definição do adversário da final, o tricolor maringaense ainda aguarda a Federação Paranaense de Futebol homologar as datas e horários dos jogos da decisão do campeonato. Ainda sem a confirmação da Federação, as partidas devem ocorrer já na próxima quarta-feira, 12, em Francisco Beltrão e no domingo, 16, em Maringá no Estádio Regional Willie Davids.

Enquanto a definição não acontece, o Maringá continua treinando forte visando a final e a disputa da Taça FPF que começa no dia 6 de agosto. Segundo o técnico Fernando Marchiori, com a definição do adversário, o time pode focar mais na decisão. “Com o União sendo nosso adversário, sabemos que é um time muito forte, competitivo, que possui uma transição muito rápida, com jogadores de qualidade como o Thiago, o Júlio e outras peças, além de ser muito bem treinado. Sabemos que teremos dois jogos duríssimos e agora vamos focar nessa decisão. Infelizmente aconteceu essa parada onde perdemos 11 jogadores, desses 11, cinco eram titulares, mas agora é buscarmos o título e tenho certeza que estaremos bem preparados”, explicou o treinador.

O Maringá conta com 19 jogadores para as finais, são eles: Ednaldo, Fellipe, Danilo Mohamed, Rhuan, Anderson Santos, Egon, Diogo, Luan, Guilherme Cenci, Prego, Fabrício, Léo Maringá, João Fenato, Junior Alves, Rodrigo Jesus, Everton, Leitão, Reis Moura e Italo.

No campeonato, o tricolor maringaense tem a melhor campanha, com 33 pontos em 15 jogos, sendo 10 vitórias, três empates e apenas duas derrotas. O saldo de gol é de 20, tendo marcado 26 gols e tomado apenas seis, se tornando a melhor defesa da competição até então.

Por assessoria de imprensa

Voltar